Documentário: O METAL RESGATANDO NOSSA HISTÓRIA.

PRIMORDIUM - "NUIT" [NOVA MUSICA]

sábado, 29 de novembro de 2014

Sadus - Discografia


Sadus é uma banda de Thrash Metal formada em 1984 nos EUA.Um dos nomes mais importantes da cena Death/Thrash mundial.Executando um som pesado e extremamente técnico, o Sadus conquistou uma legião de fãs com suas letras ácidas, as melodias complexas e os vocais rasgados de Darren Travis. Atualmente um trio (a banda já foi quarteto), o Sadus conta, além do já citado vocalista/guitarrista, com o batera Jon Allen e o baixista Steve DiGiorgio, sendo este último, talvez, o maior destaque da banda. Com passagens por bandas como Death, Control Denied, Autopsy, entre outras, Steve consolidou-se como um dos maiores baixistas de metal do mundo e respeitado pelos maiores nomes do gênero, tamanha a virtuose com que executa as quatro (ou cinco) cordas. E isso fica latente quando se escuta clássicos absolutos como Through the Eyes of Greed, Swallowed in Black e o maravilhoso e mais recente trabalho da banda, o álbum Out For Blood.


Discografia:















Álbum: Illusions (Chemical Exposure)
Gênero: Thrash Metal
Ano: 1988
Download: Mega














Álbum: Swallowed in Black
Gênero: Thrash Metal
Ano: 1990
Download: Mega














Álbum: A Vision of Misery
Gênero: Thrash Metal
Ano: 1992
Download: Mega















Álbum: Elements of Anger
Gênero: Thrash Metal
Ano: 1997
Download: Mega
















Álbum: Out for Blood
Gênero: Thrash Metal
Ano: 2006
Download: Mega

Tierramystica - Discografia



O Tierramystica é uma banda de Heavy/Folk Metal formada em 28 Janeiro de 2008 por Fabiano Muller e Alexandre Tellini com a proposta de mesclar música latino-americana com o peso do Rock,utilizando instrumentos típicos sul-americanos como quena, quenacho, zamponha, bombo legüero, toio, ocarina, charango e cajón entre outros.De lá pra cá a banda já recebeu convites para tocar ao lado de grandes nomes do mundo metálico como: Scorpions ,Angra, Epica, Sepultura, Paul Dianno e Symphony X, a honra de ser convocada para participar da coletânea francesa "Another Story From Heaven 2009" e além do prêmio de "Banda Revelação 2009" da revista Noize. 

O ano de 2010 não foi diferente para o hepteto porto-alegrense, após uma exitosa turnê abrindo todos os shows dos holandeses do Epica em solo tupiniquim o Tierramystica recebeu diretamente do empresário da banda Scorpions o convite para abrir três shows dos alemães em sua última passagem pelo Brasil, tocando em Curitiba, Brasília e São Luís do Maranhão.

A "A New Horizon Tour 2010/2011" passou por vários estados do Brasil, totalizando mais de 30 shows em diferentes regiões brasileiras para um público aproximado de 80 mil espectadores.A divulgação do primeiro álbum intitulado "A New Horizon" (lançado pela Voice Music, mesmo selo de Angra e Korzus) segue rendendo à banda uma crescente legião de fãs que acompanham de perto o Tierramystica.

A banda sucesso de crítica e de público ficou relacionada entre os melhores grupos brasileiros em todas as categorias(melhor disco, melhor show, melhor banda etc)no maior portal de rock do país(Whiplash) e na revista especializada de maior circulação nacional(Roadie Crew). Em 2011 o Tierramystica se manteve a todo vapor, com shows ao lado de artistas como Tarja Turunen(no Rio de Janeiro), André Matos(em Porto Alegre),Symfonia(São Paulo e São Luis do Maranhão),além de ter participado de um dos maiores festivais do Brasil o Roça N Roll entre outros eventos. 

Além de tudo isso o Tierramystica ainda gravou um DVD ao vivo no Bar Opinião em Porto Alegre que deverá ser lançado iagora na metade de 2012. 

O ano de 2012 iniciou com o mesmo nível para a banda, que já fez apresentações ao lado de Tarja Turunen( via Funchal SP), Festival orquidea rock e shows pelo interior do RS. 

Atualmente a banda se prepara para o lançamento de seu DVD intitulado "A New Legend a New Journey" e inicia am final de maio as gravações de seu segundo disco, no estúdio Mr Som ( que contará com a produção dePompeu e Heros Trench do Korzus)

A américa latina e mais precisamente a américa do sul, sua colonização, lendas, a cultura pré-combiana, os conflitos e temas espirituais são os temas que inspiraram o Tierramystica em suas letras.

Como não poderia deixar de faltar, os intrumentos típicos andinos como charango, bombo legüero, quena, zampoña, ocarina e toio marcam presença em todas as canções(nos shows o Tierramystica conta com a participação do renomado Flautista Ademar Farinha do grupo Tarancón executando instrumentos folclóricos andinos), e mostram o quanto o heavy metal ainda pode ser reinventado num cenário de completa estagnação. 

Atualmente a banda encontra-se na 4 prensagem do seu disco, o que em dias de download livre é um grande feito, sendo que sua primeira prensagem esgotou em apenas 3 meses após o lançamento em setembro de 2010.


Discografia:















Álbum: A New Horizon
Gênero: Heavy/Folk Metal
Ano: 2010
Download: Mega















Álbum: Heirs of the Sun
Gênero: Heavy/Folk Metal
Ano: 2013
Download: Mega

Astaroth - Discografia


Astaroth foi uma banda de Heavy Metal formada em 1982 no Rio Grande do Sul.Lançaram em 1986, o LP "Na Luz da Conquista" que foi o primeiro registro oficial deles sendo cultuado até hoje, não só pelos Bangers de seu estado,como também,admiradores de outras regiões e do exterior,que acompanhavam o movimento da época.O movimento Metal nos anos 80 no Brasil adotou, pelas principais Bandas da época, a característica de cantar na lingua natal. Só pra destacar alguns nomes, podemos citar Stress, Azul Limão, Harppia, Centúrias.

As letras falavam de temas tradicionais do Metal tradicional oitentista (e atual também, lógico), como podemos perceber em "Invasores de Aço" ("O aço e o fogo forjaram a arma, urros de dor anunciam a derrota, ao ver tombar o inimigo na guerra, reflete a vingança e nega o perdão"), tema bem Manowar. "Deuses Vencidos" (que saiu no LP coletânea "Rock Garagem" em 1984), "Na Luz da Conquista"("Contemplo o futuro, por mais de mil anos, a força da espada será nossa lei") e temas falando sobre sentimentos e até reflexões, como a clássica "O Alienado" (que foi editada na coletânea "Porto Alegre Rock", de 85).


Discografia:















Álbum: Na Luz da Conquista
Gênero: Heavy Metal
Ano: 1986
Download: Mega

Harppia - Discograifa


Harppia é pioneira no cenário do Heavy Metal brasileiro.Sua trajetória é marcada pelo seu EP de estréia, A FERRO E FOGO, em 1985 como sendo o primeiro EP de Heavy Metal gravado no Brasil.Possui qualidade musical de primeira, sempre primando pelo inusitado,convenções marcantes,pulsantes e músicas com peso e melodias elaboradas.

Uma de suas grandes características é de ter sempre as duas guitarras a frente da banda, ambas exibindo muita técnica, melodia e peso.Hoje ainda é lembrada pelo seu grande profissionalismo e seriedade, fora a qualidade de seus arranjos e composições, coisa muito rara na cena na década de 80.

Em sua discografia constam: o EP intitulado “À ferro e fogo”, o LP “Sete”, o “ Harppia ’s Flight ”.Em 2008 fez um marco divisório apresentando-se na VIRADA CULTURAL para mais de 50.000 pessoas. O ponto alto do show foi que os músicos das formações anteriores foram convidados a compartilhar o palco com a formação nova na época, inclusive Percy Weiss, Jack Santiago e Hélcio Aguirra.Passando por várias formações(contando com excelentes músicos), criando e acrescentando cada vez mais a sua fabulosa história no universo heavy metal nacional. 


Discografia:



EP: A Ferro e Fogo
Gênero: Heavy Metal
Ano: 1985
Download: Mega



EP: Sete
Gênero: Heavy Metal
Ano: 1987
Download: Mega













EP: Harppia's Flight
Gênero: Heavy Metal
Ano: 1997
Download: Mega

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Detonator e as Musas do Metal - Discografia


Detonator e as Musas do Metal é a nova banda do Bruno Sutter (Massacration),formada em 2012.No entanto,apenas em 2014 é lançado seu primeiro álbum o ''Metal Folclore: The Zoeira Never Ends...''.Apresenta letras inteiramente em português,ao contrario da antiga banda e dessa vez ele tenta eficazmente misturar o puro Heavy Metal com a cultura brasileira,abordando em suas letras o folclore nacional.


Discografia:















Álbum: Metal Folclore: The Zoeira Never Ends...
Gênero: Heavy Metal
Ano: 2014
Download: Mega














EP: DetonaThor
Gênero: Heavy Metal
Ano: 2015
Download: 4Shared

Atheist - Discografia Remasterizada


Atheist é uma banda de Death Metal com influencias de Metal Progressivo e Jazz formada em 1984 nos EUA(Flórida).Em 1984, o guitarrista e vocalista Kelly Shaefer e o baterista Mark, fundaram a banda Oblivion, em Sarasota, Flórida. Mark, logo foi substituído por Steve Flynn, que juntamente com Shaefer, começaram a compor canções. No início de 1985, eles mudaram o nome da banda para R.A.V.A.G.E. (Raging Atheists Vowing a Gory End) e adicionaram em sua formação o vocalista Scrappy. A banda então, passou a tocar as canções "Undefiled Wisdom" e "On They Slay", além de covers dos grupos Anthrax, Exodus, Trouble, e Slayer. Mais tarde naquele ano—durante um show local—eles fizeram uma jam com Roger Patterson, que na época era baixista da banda de thrash metal Aggressor. Patterson então, juntou-se ao R.A.V.A.G.E., logo em seguida Scrappy deixou o grupo e Kelly se tornou vocalista.

Em agosto de 1985, eles gravaram no Progressive Studios, em Tampa, a canção "Kill or Be Killed", e juntamente com outras quatro músicas que foram gravadas ao vivo, se tornaram a demo Rotting in Hell. Em novembro de 1986, juntou-se ao grupo o guitarrista Mark Sczawtsberg. Um mês depois, a banda gravou sua segunda demo, intitulada On They Slay. A demo recebeu resenhas positivas de revistas e fanzines, como Kerrang!, Nightmare, Total Thrash, e Violent Noize; cujo editor Borivoj Krgin, ficou tão impressionado que ele ofereceu para a banda aparecer em uma compilação intitulada Raging Death, lançada pela sua recém-fundada gravadora, Godly Records, além de também se tornar gerente do grupo. Antes da compilação ser lançada, Sczawtsberg deixou a banda porque os outros membros não estavam contentes com seus solos, e ele foi substituído dois dias depois por um músico chamado Gary, apenas o tempo suficiente para aparecer em Raging Death, que foi lançada em meados de 1987, e incluiu duas canções de R.A.V.A.G.E.: "Brain Damage" e "On They Slay", além de grupos como Xecutioner (anos depois conhecida como Obituary) e Sadus.

Esta foi também a primeira e última vez que a banda apareceu em um álbum sob o nome R.A.V.A.G.E., eles decidiram alterá-lo para Atheist, pois não queriam ser confundidos com uma banda de Illinois com o nome parecido. Com o novo nome, o trio gravou uma terceira demo, intitulada Hell Halth No Mercy, que incluiu três músicas e uma nova versão de "On They Slay".

No início de 1988, o grupo recrutou Rand Burkey como segundo guitarrista. Em abril de 1988, Atheist gravou no Morrisound Studios sua quarta demo tape, intitulada Beyond. A demo recebeu elogios de toda a Europa e os E.U.A. em revistas como Blackthorn, Metal Forces, No Glam Fags, e Total Thrash. Pouco tempo depois, a banda passou a abrir shows para Testament, Vio-lence, Death, e Death Angel. Mais tarde naquele ano—após vários meses de negociação—Atheist assina um contrato de gravação com a Mean Machine Records.

Em novembro de 1988, a banda gravou no Morrisound Studios com a produção de Scott Burns, seu primeiro álbum de estúdio, Piece of Time. Antes que o álbum fosse lançado, a gravadora foi a falência e a banda teve que procurar um acordo. Durante 1989, as gravadoras Active e Roadrunner mostraram interesse na banda. Atheist então, assinou com a primeira e o álbum foi lançado na Europa no início de 1990, e seis meses mais tarde nos Estados, depois de ter sido licenciada pela Metal Blade Records.

Entre dezembro de 1990 e janeiro de 1991, Atheist fez sua primeira turnê; excursionando pela Europa, Canada e Estados Unidos em suporte a banda suéca Candlemass. A banda finalizou a turnê, e enquanto voltavam para casa, a van que transportava os músicos sofreu um acidente em Luisiana, Patterson morreu nos braços de Shaefer à beira da estrada, em 12 de fevereiro de 1991. Superado o trauma, a banda adicionou o baixista Tony Choy como músico de sessão.

Durante junho de 1991, Atheist gravou no Morisound Studios como o produtor Scott Burns, seu segundo álbum de estúdio, Unquestionable Presence. Com a nova formação, a banda tocou em álguns shows locais, incluindo uma apresentação no Tampa Bay Metal Awards, em 11 setembro de 1991; onde Patterson foi votado como melhor baixista em uma homenagem póstuma. Esta também foi a última apresentação de Choy na banda, ele se juntou a banda holandesa Pestilence, para uma turnê nos E.U.A. com o Death. Choy foi substituído por Darren McFarland, e a banda continuou fazendo apresentações locais. Em janeiro de 1992, Atheist fez sua segunda turnê pelo Canadá e E.U.A. com Cannibal Corpse e Gorguts, seguida por algumas apresentações locais em Tampa e Bradenton com Deceased.

Em julho de 1992, a banda encerrou suas atividades e Shaefer decidiu então, se concentrar em seu projeto paralelo, Neurotica. Enquanto Shaefer estava no estúdio em Gainesville, gravando algumas demos para o Neurotica, ele recebeu uma ligação de Dave Constable da Active Records dizendo que Atheist tinha que gravar mais um álbum para cumprir com as obrigações contratuais. Shaefer então, convidou o guitarrista Frank Emmi que tocava na banda Gentlemen Death, e juntamente com o baterista Mickey—que também era da mesma banda—começaram a ensaiar; sendo que eles só tinham 40 dias para compor, gravar, e mixar o álbum. Após cerca de dez dias, Mickey foi dispensado e substituído pelo baterista Josh Greenbaum que tocava na banda do ator River Phoenix, Aleka's Attic. Pouco tempo depois, Choy e Burkey voltam para à banda, e Atheist passa a ter três guitarristas em sua formação.

Em meados de 1993, a banda gravou seu terceiro álbum de estúdio no Pro-Media Studios com Mark Pinske como produtor (que havia trabalhado anteriormente com artistas como Frank Zappa e Steve Vai). Elements foi lançado pela Metal Blade nos E.U.A., e pela Music for Nations na Europa durante a primeira semana de setembro, enquanto a banda estava fazendo sua turnê européia com Benediction e Cemetery. Para esta turnê, eles recrutaram Marcell Dissantos como baterista, pois Greenbaum teve que retornar para cumprir obrigações com Aleka's Attic. Em 24 de outubro de 1993, após retornar da Europa, Atheist fez sua última apresentação na festa de lançamento de Elements, no Club Detroit em São Petersburgo, Flórida. Alguns dias depois, uma disputa interna sobre assuntos financeiros levou à divisão de Choy e Marcell, enquanto Randy foi detido na sequência de um assalto à mão armada que o impediu de deixar o país, ao mesmo tempo que a banda tinha uma turnê européia prevista para novembro de 1993, com Wargasm e Aggressor.


Discografia:



Álbum: Piece of Time
Gênero: Death/Thrash Metal(Progressivo/Jazz)
Ano: 1989
Download: 4Shared















Álbum: Unquestionable Presence
Gênero: Death/Thrash Metal(Progressivo/Jazz)
Ano: 1991
Download: 4Shared















Álbum: Elements
Gênero: Death/Thrash Metal(Progressivo/Jazz)
Ano: 1993
Download: 4Shared















Álbum: Jupiter
Gênero: Death/Thrash Metal(Progressivo/Jazz)
Ano: 2003
Download: 4Shared

Cynic - Discografia Remasterizada


A banda Cynic foi formada em novembro de 1987 pelo guitarrista Paul Masvidal e pelo baterista Sean Reinert. Para completar a formação, Mark Van Erp (que depois integraria o Monstrosity) foi chamado para tocar baixo, juntamente com um amigo para comandar os vocais. Pouco depois, o guitarrista Jason Gobel integrou-se à banda, fazendo do Cynic um quinteto. Esta formação da banda estava com uma única idéia em sua mente: tocar um death metal brutal e violento, muito influenciado por bandas como Venom, Possessed, Kreator e Destruction.

Em 1988 Mark e o antigo vocal deixaram a banda, deixando espaço para que o baixista Tony Choy assumisse o posto de Van Erp e para que o mentor Paul pudesse fazer os vocais. Este transformou a Cynic num quarteto, que permaneceu intacto até 1991.

Sua primeira demo foi lançada em 1989, contendo músicas com elementos de speed/thrash metal, até mesmo punk. Logo depois a segunda demo foi lançada (em 1990). A banda conseguiu muito sucesso com esta demo, graças às turnês constantes pela Flórida. Nessa época, as influências da banda já começavam a sofrer mudanças. Suas habilidades estavam progredindo, forçando-os a ouvir um som mais técnico como jazz e fusion.

No início de 1991, a banda Cynic estava fazendo um death/speed metal progressivo, embora os músicos não a considerassem death. As músicas possuíam a técnica do speed metal progressivo e a brutalidade e "guturalidade" do death metal. No mesmo ano sua terceira demo foi lançada, financiada pela Roadrunner. Esta possuía três faixas, duas das quais integrariam o CD de estréia em versões drasticamente diferentes.

Em abril de 1991 Paul e Sean tocaram no álbum Human da banda de Chuck Schuldiner, Death, juntamente com Steve DiGiorgio da banda Sadus. O resultado foi um álbum clássico, que levou a banda Death a aparecer na MTV. Ao mesmo tempo, Tony Choy trabalhava nas gravações do álbum "Unquestionable Presence" da banda Atheist. Estas participações engrandeceram a Cynic, que foi descrita pela Roadrunner como "a mais famosa banda de underground que nunca gravou um álbum".

Os membros da Cynic estavam planejando o lançamento de um álbum pela Roadrunner, juntamente com uma turnê com o Death. Por alguma razão, isto não aconteceu. Eles acabaram saindo em turnê com Chuck Schuldiner sem gravar o álbum.

As gravações do primeiro álbum estavam marcadas para outubro de 1992. Infelizmente, o furacão Andrew destruiu a casa de Jason, onde estava todo o material da banda. Este acontecimento também adiou a gravação do álbum "Individual Thought Patterns" da banda Death, já que a primeira opção para baterista de Chuck era Sean. Nessa época, a Cynic estava com Brian Neffe nos vocais. Também nessa época, a primeira música da banda foi lançada em CD. "Uriboric Forms" entrou em sua versão demo para uma compilação da gravadora Roadunner entitulada "Death's Door II". Uma curiosidade: no encarte desta compilação, haviam os dizeres "O álbum de estréia da banda Cynic sairá em maio de 1993"...

Maio de 1993 chegou e passou e nenhum álbum deu as caras. Tony Choy deixou a banda após tornar-se baixista oficial do Atheist, o que fez com que a banda tivesse que se virar para arranjar um substituto. Após inúmeras tentativas, eles escolheram Sean Malone para o posto. Finalmente o álbum de estréia foi lançado, sob o nome de "Focus", em setembro de 1993. Com quase dois anos do lançamento de sua última demo, o som da banda estava muito mudado, diferente de tudo o que havia na época.

Após o lançamento de "Focus", a banda Cynic saiu numa turnê européia juntamente com a banda Pestilence. Por causa dos trabalhos de escola, Sean não pôde acompanhar a banda. Então Chris Kringle tomou seu lugar. A turnê foi curta, já que a banda Pestilence se dissolveu. O Cynic entao retornou aos Estados Unidos e fez alguns shows na Flórida. Nessa época, eles adicionaram um quinto membro, o vocalista Tony Teengarden. Tony já havia realizado este trabalho no Cynic durante as gravações de "Focus", já que Paul estava com medo de perder a voz. Tony realizou as partes de teclado também.

Pouco depois, saíram em turnê pelos Estado Unidos, juntamente com a banda Cannibal Corpse. Esta turnê durou 3 meses e grande parte do país pôde ver o seu trabalho ao vivo. Durante esta turnê, Teengarden abandonou a banda, deixando o posto para Dana Cosley.

Após a turnê americana, a banda começou a trabalhar num novo álbum. Mas durante as gravações Sean Malone abandonou a banda, alegando "diferenças de estilo". A saída de Sean, aliada a outros desentendimentos dentro da banda levaram à sua dissolução.


Discografia:















Álbum: Focus
Gênero: Death/Metal Progressivo
Ano: 1993
Download: 4Shared















Álbum: Traced in Air
Gênero: Death/Metal Progressivo
Ano: 2008
Download: 4Shared















Álbum: Re-Traced
Gênero: Metal Progressivo
Ano: 2010
Download: 4Shared















Álbum: Carbon-Based Anatomy
Gênero: Metal Progressivo
Ano: 2011
Download: 4Shared















Álbum: Kindly Bent to Free Us
Gênero: Metal Progressivo
Ano: 2014
Download: Mega

Cruzadas - Discografia


Cruzadas é uma banda brasileira de Epic Power/Speed/Thrash Metal formada em 2003 na Bahia.Abordam fatos históricos,épicos,pagãos,mitológicos e batalhas em suas letras.Ressaltando que a banda não faz nenhuma apologia ao cristianismo.

No mesmo ano Cruzadas grava sua primeira demo independente intitulada "GUERREIROS", que tem a faixa título conhecida como um clássico da banda ,foi uma demo bastante aceita e reconhecida pelos Headbanguers de todo território nacional.

No ano de 2005 a banda lança seu primeiro EP,juntando as 3 musicas da demo com mais cinco faixas, nascia então "GUARDIÕES DO APOCALIPSE", que também foi um disco de bastante aceitação pelos fies fãs da banda,a partir desse EP,eles ganharam muito reconhecimento de pessoas de outros estados,e até mesmo de alguns países como Espanha e Argentina, desde então a banda recebe muitas mensagens de outros lugares.

Em 2010 a banda lança seu primeiro álbum oficial chamado "IDADE DAS TREVAS", conta com novas musicas.


Discografia:















EP: Guardiões do Apocalípse
Gênero: Epic Power/Speed/Thrash Metal
Ano: 2005
Download: 4Shared















Álbum: Idade das Trevas
Gênero: Epic Power/Speed/Thrash Metal
Ano: 2010
Download: 4Shared

Panzer - Discografia


Sendo considerado um dos principais nomes do Thrash Metal nacional dos anos 90, o PANZER possui uma extensa bagagem de centenas de shows e vários lançamentos, incluindo álbuns de estúdio, videoclipes e coletâneas.

Iniciando suas atividades em 1991 com grande quantidade de shows e com algumas demos lançadas, a banda formada por membros que já vinham da cena do final dos anos 80, lançou o primeiro registro em CD em 1996 com a coletânea “Electrical Tribes Vol. II”, que trazia todas as bandas expoentes do cenário paulistano. Devido esse lançamento o PANZER começou a tocar mais intensamente no circuito underground da capital, fazendo todos os bares e festivais possíveis. Mas em 1997 o baixista original, irmão de Edson sai da banda buscando outros rumos musicais e a banda começa a procurar novos membros.

Em 1998, lançam o álbum “Inside”, que recebeu excelentes críticas da mídia especializada. Com “Inside” nas mãos e com um show de lançamento lotadíssimo no extinto e tradicional Black Jack bar, o PANZER retoma mais uma bateria de shows, seguida de matérias em revistas especializadas no Brasil e exterior, além de entrevistas em rádios FM da capital.

Entre o final de 1999 e 2000 trabalham na composição e produção do álbum “The Strongest”, segundo álbum, foi lançado em 2001 e foi o divisor de águas na carreira da banda, que levou o nome PANZER a ser destaque em todas as mídias nacionais, recebendo da Roadie Crew o título de “Máquina Thrash”, o álbum também rendeu uma mini turnê pelo Nordeste brasileiro, além de dezenas de shows pelo interior de São Paulo e capital. Além do destaque nacional, o material também foi bem recebido em todo o mundo, tendo sido distribuído na América Latina pela Century Media e no Japão pelo Arco-Íris Records. Altamente aclamado pela mídia e público,“The Strongest” faz com que o PANZER receba até hoje frases como “Um dos nomes mais fortes que o Brasil já deu ao mundo em matéria de Thrash Metal”. Com “The Strongest”, o PANZER entrou na programação de muitas Rádios Rock da época, como 89 FMe rádio Brasil 2000, importantes rádios FM de São Paulo.

Já no final de 2002 lançam o videoclipe para a música “Fake Game of Heroes”, com produção do videomaker Claudio Tiberius. Mas infelizmente, a alguns dias a realização do show produzido por Vânia Cavalera, que seria o último dessa fase, na concha acústica de Santo André onde o PANZER foi headliner, a banda se desfaz por problemas internos.

Após um hiato de 10 anos, o PANZER volta em 2012 com o websingle “Rising”, que também recebeu um videoclipe produzido pelaMetal Works.

Com esse lançamento a banda retorna a atividade e para a surpresa dos seus membros, este material esta sendo muito bem recebido por antigos e novos fãs. Graças a esse lançamento o PANZER foi recentemente convidado a participar do evento Stay Heavy Metal Stars, além de conceder muitas entrevistas para importantes veículos de mídia especializada.

A formação atual conta com Rafael Moreira (vocal), Rafael DM (Baixo) e André Pars (guitarra) e Edson Graseffi (bateria) ambos originais da primeira formação.


Discografia:














Álbum: Inside
Gênero: Thrash Metal
Ano: 1999
Download: 4Shared















Álbum: The Strongest 
Gênero: Thrash Metal
Ano: 2001
Download: 4Shared















Álbum: Honor 
Gênero: Thrash Metal
Ano: 2013
Download: 4Shared

Taurus - Discografia


Taurus é uma banda brasileira de Speed/Thrash Metal formada em 1985 no Rio de Janeiro.Nasceu de um sonho jovem: encarar o desafio de deixar de ser fã e fazer música.A estrada começou a ser trilhada em 1985 por Otávio Augusto (vocal), Cláudio Bezz (guitarras), Jean (baixo), e Sérgio Bezz (bateria).A banda foi lançada no programa “Guitarras” da Rádio Fluminense FM “A maldita” (RJ). Após bem sucedidas apresentações no Rio, e reunindo um significativo número de fiéis admiradores, a banda ganhou espaço no cenário underground nacional, chegando ao lançamento de “Signo de Taurus”, (1986), em 1988, foi lançado o segundo disco, “Trapped in Lies” e em 1989 foi o lançamento do terceiro álbum do Taurus “Pornography”, Em 2007, após o relançamento de seus álbuns em versões remasterizadas em CD, a banda anuncia a volta aos palcos.Um reinício com o pé direito fazendo a abertura do show da banda de Thrash Metal Testament, no Canecão, no Rio de Janeiro. A partir de então, é dada a partida para a turnê nacional.

Em 2010 a banda lança seu novo disco com material inédito.Primeiro álbum da nova fase e quarto da carreira, FISSURA vem preencher uma lacuna de 21 anos na história do Taurus.“...Thrash Metal totalmente vintage, valvulado e quente...” dizem os membros da banda.O Taurus licenciou o CD Fissura para o selo Português “Metal Soldiers Records” para a distribuição em toda a Europa O selo Mexicano “American Line Records” vai cuidar da distribuição na América do Norte.Ambos os lançamentos vem com bonus tracks inéditos.


Discografia:















Álbum: Signo De Taurus (Reissued + Bonus)
Gênero: Speed/Thrash Metal
Ano: 1986
Download: 4Shared















Álbum: Trapped In Lies
Gênero: Speed/Thrash Metal
Ano: 1988
Download: 4Shared














Álbum: Pornography (Reissued + Bonus)
Gênero: Speed/Thrash Metal
Ano: 1989
Download: 4Shared














Álbum: Fissura
Gênero: Speed/Thrash Metal
Ano: 2010
Download: 4Shared